Animes X Games

Forum do Site: http://www.animesxgames.com ^^


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

A Profecia de Eternia (história criada por mim)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Moon Wizard

avatar
Hipster
Hipster
Bom, pessoal eu estou escrevendo uma história e gostaria de saber a opinião de vcs a respeito do primeiro capítulo.

CAPÍTULO UM
Viagem Predestinada

Colégio Higura 12:00

__ O que você está fazendo aqui que não para casa ainda, Ferio?
__ Eu... isso não é da sua conta Rukio
__ Ora vejam só, o sempre quieto Ferio resolveu bancar o durão.
__ Vamos ter que dar um jeito nisso.
Essa é uma cena típica que acontece sempre que Ferio encontra Rukio, Greg e Thomas na saída do colégio. Como não possui força física nem coragem suficientes para encara os três valentões, Ferio sempre opta por fugir o mais rápido que suas pernas agüentam para longe deles. E hoje não é exceção.
Ferio Tsukino é um garoto de 15 anos que cursa o 1º colégio na escola Higura, uma das instituições privadas de maior prestígio no país. Apesar disso, não consegue se livrar de valentões como Rukio e seus capangas.
Sempre tímido, Ferio não fala muito na classe e por causa disso não possui nenhum amigo. Seus pais são empresários de sucesso e não possuem muito tempo para ficar com o filho, que cresce em meio de empregados e luxo, o que o torna um rapaz triste e solitário.
Hoje, assim como em outros dias, Ferio está com problemas com a gangue de Rukio, um dos estudantes da escola ali perto, Saint Durval.
Para fugir deles a única coisa que pode fazer é correr para dentro da escola e esperar até que eles tenham ido embora.
Porém, por algum motivo, os portões da escola estavam fechados hoje.
“O que eu vou fazer agora”, pensou Ferio olhando ao seu redor.
__ Parece que você não tem para onde fugir hoje. Disse Rukio com um sorriso animal em seu rosto quadrado.
__ Hoje nós te pegamos, Disse Thomas, estralando os dedos com os punhos fechados.
Ferio já estaca preparado para o que iria acontecer, quando se lembrou de um antigo banheiro que ficava nos fundos do pátio da escola. Se ele ao menos pudesse despistar estes três por um instante.
__ Então, como vai ser, você vai ficar parado feito um covarde ou vai tentar se defender. Disse Greg dando um passo a frente.
__ Chega de papo, pegue ele! Ordenou Rukio irritado.
No mesmo instante Thomas e Greg avançaram, ao mesmo tempo, em Ferio, que se desviou fazendo com que os dois caíssem amontoados um em cima do outro.
“Essa é minha chance” pensou Ferio que saiu correndo pelo pátio deserto da escola.
__ Idiotas! Atrás dele! Bufou Rukio, enquanto os dois capangas tentavam ficar de pé.
Ferio corria desesperadamente, seu coração estava acelerado. Ele virou para a direita e avistou a porta de madeira do banheiro desativado. Mas do que depressa ele entrou mas se desesperou quando viu que não havia trinca na maçaneta enferrujada.
O espaço era um cubículo, as paredes originalmente brancas estavam descascadas e sujas, diversas frases estavam escritas nelas, algumas bem ofensivas.
Além disso, havia um vaso sanitário muito sujo, a tampa não estava mais lá, e uma pia igualmente suja e ainda por cima sem torneira, apenas um cano enferrujado indicava que alguma vez houvera um torneira.
Ferio ficou em total silêncio tentando ouvir o que estava acontecendo lá fora, mas apenas ouvia as batidas desenfreadas de seu coração. Foi então que ouviu passos apressados vindo em sua direção. “São eles”.
__ Para onde foi aquele sujeitinho.
__ Só pode estar se escondendo, aquele covarde.
__ Mas hoje nós o pegaremos.
As vozes estavam se aproximando cada vez mais.
__ O que é essa porta?
Essa voz era de Rukio. “O que eu vou fazer”. Ferio podia sentir a mão de Rukio se aproximar perigosamente da maçaneta, e esta girando denunciando seu paradeiro.
Ferio já estava entrando em desespero quando algo aconteceu. De repente uma luz alaranjada começou a brilhar atrás de Ferio. Ele se virou e viu na parede um vórtex em espiral na parede do banheiro. “Mas que diabos é isso?”.
A maçaneta começou a girar e Ferio teve que tomar uma decisão: ele se precipitou bem em frente do portal que girava e com um passo firme entrou com o corpo inteiro dentro do vórtex. Num segundo depois a luz sumiu e Rukio entrou no banheiro.
__ Que droga! Ele não está aqui. Disse ele zangado batendo a porto com força ao sair.

Galvão

avatar
AxG VIP
AxG VIP
Gostei cara, história legal!!!!!!!!!

Investe na continuação, e "viaja" bastante q as aventuras desse "Ferio" tem tudo pra se tonar uma grande história!!!!!!!!!!!

http://darilgalvao.blogspot.com/

Lugui

avatar
AxG Maniaco(a)
AxG Maniaco(a)
poxa....maldade não ter o cap 2

Moon Wizard

avatar
Hipster
Hipster
Obrigado galvão e Lugui por lerem, aqui tem uma continuação do primeiro capítulo (na vdd a história e sobre dois personagens)

Colégio Saint Durval 12:00

__ ...e é por isso senhor Hirashi que não podemos permitir brigas dentro desta honrosa instituição, o senhor entendeu?
__ Perfeitamente, senhor Takeno
O diretor Takeno colocou as mãos sobre os olhos cansados e depois olhou para o garoto encrenqueiro que se encontrava ali.
__ Bom, será que eu já posso me retirar, senhor diretor?
__ Tudo bem, mas tente não se meter em mais confusões está bem?
__ Eu vou tentar. Disse Ken se levantando e se dirigindo para a porta.
Do outro lado, Mai, sua amiga de infância o aguardava e lhe deu um sorriso amigável.
Ken Hirashi tem 18 anos e estuda no Instituto Saint Durval, uma escola para filhos de trabalhadores de indústrias. Esta é a terceira vez no mês que ele vai parar na diretoria por brigar com outros estudantes.
__ Foi muito ruim? Perguntou Mai demonstrando sua preocupação.
__ O de sempre. Aquela mesma história de como esta instituição é respeitada pelas grandes personalidades que já estudaram aqui e como brigas ferem a reputação da escola, enfim, um monte de bobagens.
__ Mas você não disse que Richard estava tentando roubar o dinheiro daquele pobre garotinho?
__ E o que isso ia adiantar? O senhor Takeno não está interessado nas injustiças que acontecem por aqui somente em proteger a própria reputação.
__ Isso é tão errado. Disse Mai dando um soco na parede.
Ken sorriu para a amiga.
Ao chegarem ao portão, Mai segurou o braço de Ken.
__ Ken, você não gostaria de ir tomar um sorvete comigo?
__ Eu bem que gostaria, mas tenho que passar na farmácia. Disse ele tristemente.
__ O seu pai piorou? Perguntou Mai assustada.
__ Não. Está na mesma, é que seus remédios acabaram.
__ Entendo. Disse Mai aliviada.
O pai de Ken, Tatsuno Hirashi trabalhava em um indústria de agrotóxicos até o dia em que caiu doente dos pulmões e teve de se aposentar. Desde então Ken cuida dele. Sua mãe, Mariah, havia abandonado Tatsuno quando Ken tinha apenas quatro anos, e se correspondia com o filho através de cartas, a última havia sido enviada há um ano.
__ Bom, então até amanhã, Ken. Disse Mai se despedindo.
__ Até...
__ Ei, minha bolsa!
Antes que qualquer um dois pudesse perceber, um homem com uma touca que lhe cobria toda a cabeça tomou a bolsa florida de Mai e saiu correndo, desaparecendo na esquina.
__ Não se preocupe Mai, eu pego ele. Disse Ken disparando atrás do delinquente.
__ Não... Ken, pode ser perigoso. Gritou Mai, mas já era tarde, Ken já havia partido.
Ken apertou os olhos procurando pelo ladrão na rua lotada, depois de alguns minutos ele o viu virando uma esquina, a direita, e tratou de correr atrás dele.
Ao chegar, percebeu que se encontrava em uma rua deserta e mal iluminada. Continuou em frente, prestando muita atenção para não ser pego em uma armadilha.
Foi então que ele ouviu passos vindos de uma adiante. “Agora eu peguei você”.
Ken apressou o passo e ao virar a rua se deparou com um beco sem saída. “Droga! Ele me enganou”.
Ken já estava se virando quando uma luz azulada ofuscou sua visão. Apurando bem os olhos ele viu um vórtex em espiral girando na parede. Como se fossem encantadas, suas pernas começaram a leva-lo diretamente para o estranho portal, e antes que ele se desse conta, já havia entrado dentro do espiral de luz.

Galvão

avatar
AxG VIP
AxG VIP
Puts tá ficando boa pra caramba essa história, pelo o q eu tó entendendo o Fério e o Ken caras totalmente diferentes q num se conhecem, vão se cruzar e dividir aventuras. huuuuuuuuuuuuummmmmmmmmmmmmm

Tá ficando bom D+ mesmo velho, mas tú gosta de um suspense em cara libera logo o resto de história ai mano Wizard!!!!!!!!!!!!

Tó curioso pra ler o resto!!!!!!!!!!!!!

http://darilgalvao.blogspot.com/

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum